Como saber meu tipo sanguíneo e por que isso é importante?

Como saber meu tipo sanguíneo e por que isso é importante?

Saber o próprio tipo sanguíneo é muito importante, principalmente em casos de emergências médicas, e existem diversas maneiras de descobrir essa informação. Então, se você já se perguntou: “como saber meu tipo sanguíneo?”, este texto vai tirar todas as suas dúvidas.

3 maneiras de descobrir o tipo sanguíneo

Se você não sabe o seu tipo sanguíneo, é fundamental buscar essa informação, e existem diversas formas de fazer isso. Confira algumas delas:

Veja exames de sangue antigos

Você já fez um exame de sangue? Se a resposta for positiva, procure pelo exame antigo e verifique qual o seu tipo sanguíneo. É muito comum que médicos peçam esse tipo de exame para fazer um check-up da saúde, então você provavelmente já fez em algum momento da vida.

Faça uma doação de sangue

Se você já se perguntou “como saber meu tipo sanguíneo de maneira barata?”, então esse tópico é para você! Os doadores de sangue precisam realizar exames sanguíneos. Ou seja, ao doar sangue, você consegue descobrir qual o seu tipo de sangue de graça.

Realize o exame de tipagem sanguínea

Outra maneira de como descobrir meu tipo sanguíneo é por meio do exame de tipagem sanguínea. Quem possui convênio médico pode agendá-lo sem grandes dificuldades. Já as pessoas que dependem do sistema de saúde pública precisam consultar um médico que irá indicar o exame. Assim, será possível agendar o procedimento.

Tipos sanguíneos e compatibilidade

Quando falamos sobre tipos sanguíneos, é importante saber que eles são determinados pela presença de antígenos e anticorpos que estão nas hemácias. Nesse sentido, existem os seguintes tipos de sangue: A, B, AB ou O.

Se você já se sentiu confuso em relação à compatibilidade dos sangues, veja como funciona a doação em relação à tipagem:

  • tipo O: conhecido como doador universal;
  • tipo A: pode doar para os tipos A e AB;
  • tipo B: pode doar para os tipos B e AB,
  • tipo AB: pode doar apenas para o tipo AB.

Fator Rh

Além de saber o tipo sanguíneo, é fundamental saber o fator Rh. Ou seja, uma pessoa pode ter sangue O positivo ou negativo, por exemplo. Isso é importante porque o fator positivo pode doar apenas para positivo, enquanto o negativo faz a doação para ambos.

Se ficou confuso, a gente explica: uma pessoa com tipo sanguíneo A positivo pode doar apenas para pessoas com sangue A positivo ou AB positivo. Já quem tem o sangue A negativo pode doar para A positivo e negativo e AB positivo e negativo.

Por que preciso saber meu tipo sanguíneo?

Além de perguntar como saber meu tipo sanguíneo, muitas pessoas questionam a necessidade dessa informação. Em um acidente, por exemplo, a pessoa ferida é levada ao hospital e pode precisar uma transfusão de sangue.

Em um caso de hemorragia que precisa ser contida rapidamente, não é possível enviar o sangue para que o laboratório faça os testes necessários, por exemplo. Por isso, quando a pessoa sabe o tipo sanguíneo, ela facilita o trabalho dos médicos, agilizando os procedimentos necessários. 

Então, é indicado que todas as pessoas saibam o próprio tipo de sangue e mantenham essa informação anotada. Deixar um papel na carteira, por exemplo, é uma boa escolha. Assim, se a pessoa estiver inconsciente, o paramédico consegue encontrar esses dados rapidamente.

Faça exames com preços acessíveis

Agora que você já sabe todas essas informações, não precisa perguntar mais como saber meu tipo sanguíneo, basta marcar um exame. Com o POP Saúde, é possível realizar exames a partir de 5 reais!

Além disso, você tem acesso a uma rede de profissionais qualificados e consultas com um preço que cabe no seu bolso. Vale lembrar que nossos planos são trimestrais ou anuais. Assim, você escolhe aquele que melhor atende às suas necessidades. Confira todos os benefícios!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 Comentários

Jessica Almeida dos Santos 19 de abril de 2021

É uma informação muito importante para quem não sabe, e muitas responsabilidade e muito confiança no laboratório

maria fernanda 20 de abril de 2021

legal

ANA PAULA SILVA BARROS Oliveira 12 de maio de 2021

Legal

Gilmara virgulino Brandão 8 de junho de 2021

Muito interessante eu não tinha ciência da importância mais lendo fiquei muito feliz

Gabriel Gouveia 13 de outubro de 2021

Gostei muito do conteúdo que aqui encontrei e ajudou-me bastante no acréscimo do meu conhecimento

JAQUELINE DE JESUS DA SILVA 6 de novembro de 2021

Bom

José Anderson da Silva 11 de novembro de 2021

Bom

José Anderson da Silva 11 de novembro de 2021

Muito bom maravilhoso