Médico de cabeça: saiba qual o especialista em enxaqueca

Médico de cabeça: saiba qual o especialista em enxaqueca

Depois de um dia corrido e estressante, quase todo mundo já passou pela experiência de ter algum tipo de dor de cabeça. No entanto, apesar de ser tão comum, essa complicação ainda gera dúvidas, como quando é preciso procurar um “médico de cabeça”.

Para responder não só esse como outros questionamentos, preparamos um artigo com dados e recomendações importantes. Se você costuma enfrentar dores de cabeça, chegou a hora de entender como resolver o problema. Continue a leitura!

Dores de cabeça: quando é necessário procurar um médico?

Mais de 70% das mulheres e ao menos 50% dos homens apresentam, no mínimo, um episódio de dor de cabeça por mês. Esses são dados levantados por meio de uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Cefaleia, que também ressalta o fato de a maioria das pessoas não ter um diagnóstico correto sobre o tipo de dor que costuma sentir.

Pois é, existem vários tipos de dor de cabeça. Entretanto, essas complicações podem ser o sintoma de algo mais grave. Por isso, ao notar que as dores estão ficando mais intensas e provocando alterações na visão, quadros de vômito e enjôo, ou até crises convulsivas, é necessário procurar atendimento médico.

“Médico de cabeça”: qual especialista devo consultar?

Como destacamos, ao perceber sintomas acentuados de dor de cabeça é importante ir ao médico que, nesse primeiro momento, pode ser um clínico geral, por exemplo. Embora não seja um médico especialista em dor de cabeça, ele pode ajudar a descartar outros problemas e fazer o encaminhamento ao especialista.

Outros profissionais também podem ajudar no diagnóstico e esclarecer se os sintomas acontecem por conta de enxaquecas ou por uma doença diferente, entre eles:

  • Oftalmologista;
  • Otorrinolaringologista;
  • Alergista,
  • Ginecologista (pois mulheres têm enxaquecas mais recorrentes e esses ataques podem ter relação com o ciclo menstrual).

Caso o médico não possa identificar o que está causando os sintomas, talvez seja hora de consultar um especialista em dor de cabeça, o neurologista. Esse profissional é treinado para diagnosticar e tratar distúrbios e doenças do cérebro, na medula espinhal, além de nervos e músculos.

Ao consultar o médico para dor de cabeça, leve informações sobre os sintomas que vem sentindo. Detalhes como as características do problema, a região afetada e o quanto ele é recorrente contribuem para o diagnóstico.

Observe também se as crises estão relacionadas ao período menstrual, hábitos de sono, níveis de estresse, falta de atividade física e consumo de álcool. Uma dica prática é recorrer a aplicativos de celular voltados para o paciente montar um “diário da enxaqueca”.

O que não fazer em casos de dor de cabeça?

Uma pesquisa da Academia Brasileira de Neurologia apontou que 81% dos entrevistados se automedicam para tratar dores de cabeça. Nesse mesmo grupo, 87% deles sofrem de enxaqueca. O problema é que esse hábito é contraindicado por especialistas.

Ao contrário do que muitos possam imaginar, o uso excessivo de analgésicos pode levar a um ciclo vicioso de dor. Isso porque o uso frequente de analgésicos prejudica a produção de endorfina, uma substância presente no organismo que ajuda no combate à dor.

Além da consulta com neurologista, nos casos em que o analgésico já não faz mais efeito é recomendável suspender a medicação. Assim, o sistema nervoso volta a produzir endorfinas que retornam ao posto de defesa natural contra as dores de cabeça.

Como agendar minha consulta com um especialista?

No Pop Saúde você tem mais facilidade na hora de agendar sua consulta com um neurologista e outros especialistas. Além disso, o serviço disponibiliza clínicas hospitalares próximas em horários personalizados, tudo por um preço que cabe no bolso. Acesse o site e conheça os benefícios!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentários

Helena 21 de julho de 2021

Gostei pois meu nga irmã já passou por vários médicos por enxaqueca .mas não por esses .grata .Divinópolis mg